25/05/2024
Início » Aziz acusa Bolsonaro de destruir Zona Franca de Manaus ao reduzir impostos

O senador Omar Aziz (PSD-AM), que comandou recentemente a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, acusou o presidente Jair Bolsonaro (PL) de destruir a Zona Franca de Manaus (AM).

Na quinta-feira (28), o mandatário do país anunciou a ampliação da redução de alíquota do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) de 25% para 35%.

“A presente medida objetiva estimular a economia, afetada pela pandemia provocada pelo coronavírus, com a finalidade de assegurar os níveis de atividade econômica e o emprego dos trabalhadores. Dessa forma, espera-se promover a recuperação econômica do país”, diz a justificativa da Presidência da República.

Aziz, no entanto, afirma que o principal ponto de discussão é o fato de o decreto do governo federal ter zerado a alíquota de IPI para o setor de concentrados, tirando o diferencial da indústria de refrigerantes.

Para o congressista, essa medida atinge em cheio a indústria localizada na capital amazonense. Na prática, segundo o parlamentar, o ato do chefe do Executivo iguala as condições de toda a indústria brasileira, tirando a vantagem de quem se instalou na Zona Franca.

“Esse ataque atinge os trabalhadores de Manaus e também do interior, efetivamente de Maués, que produz guaraná, e Presidente Figueiredo, que produz o açúcar da Coca-Cola. São 7 mil empregos diretos em risco”, escreveu Omar Aziz nas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *