19/06/2024
Início » Demitidas, Carolina Ferraz e Maitê Proença se unem em processo contra a Globo

Quase seis anos após a demissão de Carolina Ferraz e Maitê Proença da TV Globo, o episódio segue ganhando novos capítulos.

Segundo informações do portal Notícias da TV, as duas atrizes resolveram se unir em um processo contra a emissora. A partir de agora, a Globo terá alegações em dobro na Justiça.

O site, que é especializado em notícias do entretenimento, diz que Proença pede uma indenização de R$ 500 mil em busca de ter o seu reconhecimento por direitos trabalhistas e do vínculo empregatício. À época, a atriz era contratada como pessoa jurídica (PJ), sendo uma prestadora de serviços e não estava enquadrada no regime de CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), que traz benefícios e direitos ao empregado.

Ainda de acordo com o portal, Maitê buscou se alinhar com Carolina, que também processou o canal de TV e pediu reconhecimento empregatício.

Atualmente, Ferraz está na Record TV e apresenta o programa Domingo Espetacular, na grade noturna da emissora. Em ação, segundo Léo Dias, é dito que ela não possuía detalhes da forma de contratação praticada com Maitê, mas que no seu caso teria sido obrigado pela Globo a assinar um contrato fora da carteira de trabalho.

Enquanto esteve trabalhando no grupo Marinho, Ferraz diz que possuía uma rotina de uma empregada com vínculos. Em um processo anterior, ela pede R$ 7 milhões da empresa de mídia.

“A depoente estima que firmou cerca de oito contratos por meio de sua pessoa jurídica, sendo que acredita que todos foram sucessivos, não se lembrando se pode ter ocorrido um lapso temporal pequeno entre eles; que para a contratação da depoente era exigida a intermediação de pessoa jurídica”, aponta o processo.

Já Proença, por sua vez, sustenta que tomou conhecimento de sua saída pela imprensa.

“Foi muito estranho, não tive nenhum aviso. Quando começaram os boatos de que eu já tinha sido dispensada, liguei para a pessoa que tinha me dito que o contrato seria renovado, e ela me falou que, de fato, ia ser descontinuado”, alegou ela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *