16/07/2024
Início » Mercado avalia que Lula já cogita Mantega e Mercadante para o Banco Central

Após novas críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à condução da política monetária e ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, surgiram especulações sobre possíveis novos nomes para assumir a presidência da autoridade monetária a partir do próximo ano.

Lula, em entrevista nesta terça-feira à Rádio CBN, usou os termos “maduro” e “calejado” para descrever o perfil de seu indicado ao Banco Central. Isso gerou especulações no mercado sobre um possível enfraquecimento de Gabriel Galípolo, principal cotado para assumir a presidência do BC, que tem apenas 42 anos. As declarações de Lula levantaram dúvidas entre os agentes do mercado sobre a continuidade de Galípolo na corrida pelo comando do Banco Central.

“Ao dizer que vai buscar um presidente do BC que também olhe para uma meta de crescimento, o mercado passou a ver riscos de que Lula vá indicar outro nome para a autoridade monetária. Isso fez com que o nome de Luiz Awazu voltasse à pauta, e por isso o mercado acabou não melhorando”, afirma um gestor.

Nas especulações, circulam nomes como o do ex-diretor do BC Luiz Awazu, de 67 anos; o do ex-ministro Guido Mantega, de 75 anos; e o do atual presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, de 70 anos.

“A dor de cabeça do mercado agora está em quem será o próximo presidente do BC. As palavras ‘maduro’ e ‘calejado’ fizeram muita gente achar que não será o Galípolo. As alternativas podem ser muito piores e os nomes mais falados agora são o do Guido Mantega e do Luiz Awazu”, disse outro profissional de gestão.

O nome de Luiz Awazu ganhou força após sua presença no Senado, em audiência pública para discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata da autonomia financeira e orçamentária do Banco Central. Em sintonia com o governo, o ex-diretor de política econômica e assuntos internacionais do BC se posicionou contra a proposta.

Uma fonte considera a indicação de Awazu “ligeiramente pior que a de Galípolo, mas infinitamente melhor que a de Mantega”.

“O mercado hoje torce para que seja o Galípolo mesmo. Mas o Lula pode vir com alguma surpresa. Seria bom descartar os nomes do Mantega e do Mercadante logo”, afirmou.

Outros nomes especulados por agentes de mercado incluem o economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato Barbosa, de 45 anos, e o economista André Lara Resende, de 73 anos, que foi diretor do BC, presidente do BNDES e parte da equipe que criou o Plano Real.

Sobre o economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato Barbosa, um profissional do mercado de uma importante gestora de recursos da Faria Lima comentou:

“Seria o sonho do mercado. Algumas pessoas já estão falando no nome dele, mas, dadas as indicações do Lula, não parece muito crível essa indicação”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *