Após um jejum de 5 meses o Grupo Nativo Amazônico Ecoturismo de Aventura volta a realizar seu evento principal, o TRIÂNGULO DA ONÇA, que normalmente é realizado uma vez a cada mês, no entanto, por conta da pandemia de COVID-19, o evento estava suspenso.

Chamada do evento que ocorrerá dia 23 de outubro próximo

Como já foi falado aqui em outra postagem o evento é um percurso de caminhada equivalente a 30km, realizado em duas etapas: 10km de selva, com várias paradas para hidratação e orientação ao longo do percurso e 20km de rodovia, culminando com a chegada no ponto de saída e encerramento da atividade, premiando a todos, sem exceção com um certificado, um brevê de uma onça cinza emborrachado e uma mesa de frutas.

Brevê emborrachado Onça Cinza ao participante do Triângulo da Onça

O próximo evento ocorrerá neste mês, dia 23, em um sábado e dessa vez o grupo conta com a participação máxima de pessoas, que são 30 participantes.

O grupo de “trilheiros” estarão sob a supervisão do turismólogo Toni Gorgonha que tem o apoio tático e operacional de seus “Onças Amarelas“, Cássio Pimentel e Eudes Pascoal, são os condutores que guiarão os participantes pela área de selva e posteriormente de rodovia até a conlcusão do percurso. A trilha é acompanhando por um fotógrafo profissional tático com vasta experiência o qual registrará imagens exclusivas de todo o percurso.
.
Qualquer participante que concluir por 5 vezes o percurso de 30km, será “brevetado“, ou seja, receberá na sua 5ª participação seu certificado amarelo e um brevê de uma onça amarela, qualificando aquele participante como um novo “condutor”

Certificado e brevês amarelos dos participantes que concluiram pela sua 5ª vez o percurso.
O QUE É O TRIÂNGULO DA ONÇA?

O Triângulo da Onça é uma expedição mista de 30 km dividida em duas fases.
– A Primeira Fase com 10 km de Selva, onde é realizado um deslocamento de uma maneira interpretativa, com equipe condutora experiente, fazendo várias observações sobre sobrevivencialismo e vivencialismo ao longo do percurso que é realizado não em trilhas, mas com uso de bússolas, cartas topográficas e GPS.
– A Segunda Fase com 20 km de Rodovia, é voltada para levar o participante ao extremo da sua resistência física e psicológica, com uma caminhada até o ponto de início da Expedição através das Rodovias BR-174 e AM-010.
O trajeto é considerado com nível moderado de dificuldade podendo ser realizado por pessoas que têm espírito aventureiro e que desejam desafiar-se a superar seus limites.
A equipe de condutores que acompanha a Expedição é formada por ex militares graduados, possuindo um amplo conhecimento e experiência em ambiente de selva e urbano.
IMPORTANTE: Quem desejar participar apenas da Primeira Fase, não tem problema nenhum, no final da trilha teremos um carro de apoio que poderá resgatar os que não quiserem (ou não puderem) participar da Segunda Fase e levá-los até o sítio ponto de início na AM-010, onde poderão usufruir do balneário ou se desejarem partir para suas residências, fica a critério de cada um.
O importante é participar.

Aos interessados que desejarem maiores informações, poderão acessar o link do grupo de whatsapp e tratar diretamente com os administradores e organizadores.

Fique ligado nesse e em outros eventos do NATIVO AMAZÔNICO, seguindo suas redes sociais, FACEBOOK e INSTAGRAN

Se você tem espírito aventureio, gosta de selva e de testar seus limites, não percam esse evento, venha, traga membros de sua família ou amigos e supere-se nesse desafio.

“A sorte acompanha os audazes”
O participantes do evento Alvaro Fernandes, conquistando sua cobiçada onça amarela e se tornando um “condutor”do evento Triângulo da Onça.

Fotos e montagens: @veteranoraiz

By Livre Pensador

Aqui você encontra a verdade como ela deve ser, clara, limpa e direta, sem manipulação. PORTAL SUPREMO, O ECO DO PODER DO POVO!