25/05/2024
Início » Pernada no Agir36 do Amazonas, entenda o caso

Você não leu errado no título dessa matéria. Agir36 do Amazonas parece ter levado uma bela “pernada” da Executiva Nacional do partido. O que era para ser uma campanha “paz e amor”, agora vai ser de brigas e desavenças.

De acordo com áudio do Presidente do Agir no Amazonas e candidato ao Senado, Pastor Peter Miranda, o acordo com a executiva nacional do partido era de estar livre para apoiar o presidente que bem quisesse. E como já era previsto, Bolsonaro é o candidato do diretório do amazonas. Tanto o presidente quanto seu vice, Silvio Maia (candidato a Deputado Federal), são bolsonaristas de carteirinha.

“Em fevereiro tivemos uma reunião em Brasília, quando nos foi garantido o partido. E declararam que o Amazonas estaria fora de qualquer acordo a nível nacional,”

afirmou.

Mas, na política nem todo aperto de mão tem valor. De acordo com Peter Miranda, a verba do fundo eleitoral que viria para o Amazonas, foi bloqueada. E só seria liberada em caso de apoio ao ex-presidiário Lula. Isso foi feito mesmo sabendo que o diretório do amazonas é composto por apoiadores de Bolsonaro. Os candidatos seguem sem recursos do “fundão”.

Pastor Peter finaliza o áudio afirmando que vai continuar andando sem recursos, mas ainda do lado do Presidente Bolsonaro.

Escute o áudio na íntegra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *