27/02/2024
Início » Rodolfo Nogueira quer que indígenas e quilombolas que invadirem terras tenham processo de demarcação suspenso

O deputado federal Rodolfo Nogueira (PL-MS) apresentou um Projeto de Lei que visa suspender o processo de demarcação de comunidades indígenas e quilombolas que invadirem terras.

O texto estabelece a suspensão de estudos do procedimento administrativo de identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação da propriedade definitiva.

De acordo com o texto, a suspensão será de dois anos quando houver invasão a imóveis rurais particulares — com prazo contado a partir do momento da desintrusão da área particular ocupada.

O prazo muda, caso sejam invasões a áreas construídas ou edificações da localidade invadida (sedes e retiros), ou havendo depredação, incêndio e saques, que causem destruição total ou parcial. Com isso, o tempo de suspensão será majorado para cinco anos.

Se houver reincidência, o período de interrupção dos estudos para demarcação pode chegar ao dobro do estabelecido em ambos os casos.

Ao justificar a elaboração, Rodolfo Nogueira enfatizou as recentes declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, e de representantes do governo federal.

— Ainda mais grave é observar órgãos do aparato estatal se posicionarem favoravelmente a tais ações criminosas. Não se pode considerar ‘retomada’ de território sem que exista ordem judicial ou administrativa final válida de autoridade competente para tanto — sustenta Nogueira.

Exercendo seu primeiro mandato, o sul-mato-grossense recebeu 41.773 votos e deve ser um dos protagonistas do Agro na Câmara dos Deputados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *