27/02/2024
Início » Ministro da Defesa é alvo de notícia-crime no STF por relatório das urnas

O deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) entrou nesta quinta-feira (10) no STF (Supremo Tribunal Federal) com uma notícia-crime contra o ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira, por, segundo o parlamentar, ter gerado “especulações golpistas” com a divulgação do relatório de fiscalização das urnas.

Mas, um dia depois de confirmar os dados do TSE, a Defesa disse não ter excluído risco de fraude, estimulando declarações golpistas contra as urnas.

Elias Vaz pede que o caso seja remetido à PGR (Procuradoria Geral da República) e à Polícia Federal para investigação.

O parlamentar afirma que o documento não é “fato isolado”. “Faz parte de um processo que se retroalimenta, orquestrado, organizado, com inúmeras ações milimetricamente pensadas com a única intenção de manter os manifestantes mobilizados e, quem sabe, reviver no Brasil as cenas tristes ocorridas nos Estados Unidos em 6 de janeiro de 2021, um ataque violento à democracia”, escreveu no documento, assinado pelo advogado Rogerio Paz Lima.

“Não é necessário grande esforço exegético para se verificar que a conduta do representado em colocar em dúvida a lisura do processo eleitoral, estimular a realização dos movimentos antidemocráticos, incentivar ações que buscam a ruptura da ordem constitucional e da lei”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *