16/07/2024
Início » Secretário do Meio Ambiente abre Congresso Internacional de Educação Ambiental e Bioeconomia G20 em Manaus

Amazonas – Nesta quinta-feira (20/06), o secretário do Ministério do Meio Ambiente e Mudança Climática, João Paulo Capobianco, inaugurou o evento “Bioeconomia G20” no Centro de Convenções Vasco Vasques, defendendo a importância de atividades sustentáveis na Amazônia. Durante o congresso, Capobianco destacou a complexidade e a necessidade de planejamento a longo prazo do projeto da BR-319.

“Estamos discutindo princípios e como a operação internacional pode contribuir para que façamos uma evolução no desenvolvimento desta nova estratégia de desenvolvimento, que é extremamente relevante”, afirmou Capobianco. Ele ressaltou que a realização do evento em Manaus atrai a atenção global para a Amazônia, criando um ambiente propício para novos investimentos.

O secretário enfatizou a conexão vital entre a biodiversidade natural e as populações locais, destacando a bioeconomia como um caminho para a geração de emprego, renda e inclusão social: “A bioeconomia é exatamente isso, é a conexão entre a biodiversidade natural, de nossa enorme potência natural, e as pessoas que dependem deste ambiente.”

O embaixador e secretário de clima, André Lago, reforçou a importância de ouvir os povos originários e ribeirinhos no contexto das mudanças climáticas. Segundo Lago, a elaboração de planos que gerem economia e renda para essas comunidades é crucial. “Convidamos representantes para fazer apresentações e, sobretudo, convidamos todos os países para vir a Manaus e conhecer, estar mais perto da região que se tornou mítica”, afirmou.

A BR-319, um dos projetos que podem ter impactos ambientais significativos, teve recentemente um relatório do grupo de trabalho divulgado. Capobianco assegurou que o Brasil não está tomando decisões contrárias aos projetos sustentáveis e que os planejamentos envolvem múltiplos setores. Durante a coletiva, foi revelado que as medidas discutidas envolvem 10 ministérios, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e outros 20 países. As reuniões dos grupos de trabalho, realizadas em caráter privado no Vasco Vasques, terão seus pareceres divulgados na sexta-feira (21/06).

Além disso, João Paulo Capobianco também participou do Congresso Internacional de Educação Ambiental dos países e comunidades de língua portuguesa, realizado no auditório da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Ele substituiu a ministra Marina Silva, que precisou se reunir em Brasília com o presidente Lula. O evento reforça o compromisso do Brasil com a educação ambiental e a promoção de práticas sustentáveis, alinhando-se aos debates globais sobre o meio ambiente.

– Leia mais em: https://cm7brasil.com/noticias/politica/secretario-do-meio-ambiente-abre-congresso-internacional-de-educacao-ambiental-e-bioeconomia-g20-em-manaus/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *