27/02/2024
Início » Em Brasília, coronel Menezes grava vídeo com Bolsonaro para programa eleitoral e comemora a publicação do decreto que preserva a ZFM

Com uma agenda prevista para ser intensa nesta quinta-feira, 25, o candidato ao Senado Federal pelo Amazonas do Partido Liberal (PL), coronel Alfredo Menezes, tomou café da manhã no Palácio do Alvorada, em Brasília, com o presidente Jair Bolsonaro para comemorar a edição do decreto que exclui a Zona Franca de Manaus (ZFM) do corte do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Na ocasião, Bolsonaro gravou um vídeo breve ao lado do coronel destacando que Menezes o procurou para resolver este assunto. O objetivo da edição do novo decreto é promover a reindustrialização e reaquecer a economia do Brasil, preservando os itens fabricados na ZFM.

“E a Zona Franca? motocicleta, nunca se montou ou fabricou tanta motocicleta como agora na Zona Franca de Manaus”,

comentou Bolsonaro no vídeo.

De acordo com Menezes, na agenda está prevista, ainda, a gravação de outro vídeo com o presidente mas que será transmitido em seu programa eleitoral gratuito. “Mantemos nossos empregos, nossas empresas e nosso poder de atração e devemos tudo isso ao nosso presidente Bolsonaro”, comemorou.

O candidato ao Senado destacou também que está prevista outra reunião para tratar sobre a vinda do presidente ao Amazonas. “Estamos desenhando as datas possíveis para que o presidente retorne ao Estado e possamos fazer um grande movimento. Em breve, darei mais informações”, informou Menezes.

IPI

O governo federal publicou, no início da noite dessa terça-feira, 24, um novo decreto que mantém sem redução o IPI dos principais produtos fabricados na Zona Franca de Manaus de acordo com os chamados Processos Produtivos Básicos (PPBs). O documento mantém a redução do imposto em 35 % para a maioria dos produtos fabricados no país mas tira os da ZFM.

De acordo com o Ministério da Economia, a decisão preserva a competitividade dos produtos no Polo Industrial de Manaus (PIM), já que mantém as alíquotas do IPI para 109 produtos fabricados na região. Os produtos vão se somar aos 61 já listados no decreto nº 11.158, de 29 de julho de 2022, somando 170 itens da Zona Franca de Manaus, como xarope de refrigerante, isqueiro, carregador de bateria, lâmina de barbear, caixa registradora, relógio de pulso, caneta esferográfica e máquina de lavar louça.

“Com esta medida mais de 95% do faturamento da Zona Franca ficará preservado, um ganho para o Amazonas. Por este motivo coloco meu nome à disposição da sociedade para que possa ter legitimidade para defender os interesses do meu Estado no Congresso Nacional ”,

salientou Menezes.

📷 Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *