28/02/2024
Início » Ao vivo, cidadão culpa Lula por falta de assistência no Nordeste: “Faz o quê por nós?”

O bloqueio do Bolsa Família mira mais de 1,2 milhão de pessoas no país e tem gerado longas filas e tumulto nos postos de atendimento das prefeituras. Diversas cidades do Brasil tem registrado superlotação e aumento na demanda de entendimento.

Beneficiários têm dito que há um esforço além do normal para fazer o recadastramento obrigatório. A suspensão que atinge parte da população de baixa renda é resultado de uma ofensiva do governo federal. A gestão Lula alega que há eventuais fraudes no sistema de pagamento do benefício e, por isso, tem feito uma nova sondagem para combater inconsistências.

O impacto atinge diretamente o cidadão que necessita do valor distribuído para complementar a renda familiar. Os que foram impactados pela medida têm até 60 dias para provar que realmente possuem direito ao benefício.

Em Salvador, por exemplo, os últimos dias estão sendo marcados por grandes filas de famílias. Pessoas de diversas idades tomam conta das calçadas do entorno da sede da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, no bairro do Comércio.
A manhã desta quinta-feira (27) seguiu com lotação.

Um dos casos é de um cidadão que, em entrevista à uma emissora de televisão local, relatou ter chegado ao ponto de atendimento às 5h da manhã, mas que ainda não tinha conseguido nem sequer pegar uma ficha de espera.

— Tô [aqui] desde 5 horas da manhã e ainda não fui atendido. Agora, eu fico pensando assim: na hora da gente votar no presidente Lula, né, aí a gente votou, Nordestino botou ele lá em cima. E agora, ele faz o quê por nós? — questionou.

— Não peguei senha nenhuma ainda — emendou o homem, que seguiu criticando.

Eis trecho da reportagem:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *