19/06/2024
Início » Caso Daniel Silveira: Em declaração General Mourão pede calma

O vice-presidente Hamilton Mourão pregou calma na condução do debate sobre o indulto presidencial ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), concedido na última semana. As declarações à imprensa foram dadas nesta quarta-feira, 27, em Brasília.

Na última quarta-feira 20, Daniel Silveira foi condenado pelo Superior Tribunal Federal (STF) a oito anos e nove meses de reclusão por crimes de incitação à violência contra o Estado Democrático de Direito e coação de ministros da Corte no curso do processo.

“O presidente agiu dentro daquilo que a Constituição lhe faculta e agora o Supremo julga como ele achar devido. Na minha visão, tem que se manter a calma para evitar que algo muito pequeno se torne uma onda gigantesca”,

comentou Mourão.

Relatora no STF de quatro ações que pedem o cancelamento do indulto de Bolsonaro, a ministra Rosa Weber decidiu na última terça-feira, 26, que o caso deverá ser julgado no plenário.

A magistrada também deu dez dias para o presidente explicar a graça a Daniel Silveira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *