25/05/2024
Início » Lula defende “regulação” da internet para “evitar mentiras” nas redes

Em entrevista a uma rádio paranaense, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a defender nesta terça-feira (5) que haja uma “regulação” da internet no Brasil.

Segundo ele, a medida seria boa para “separar o joio do trigo”, com o objetivo de “tentar evitar fake news e mentiras” sobre eleições, vacinas e doenças.

Ao ser questionado se considera as mídias digitais uma “terra sem lei”, o petista respondeu que “as pessoas às escondidas fazem coisas que não teriam coragem de fazer pessoalmente. Então, a provocação, as ofensas, as falsas denúncias, as fake news são coisas que ganharam espaço muito grande na internet”.

Como solução, Lula propôs um controle estatal sobre o conteúdo disseminado nas redes. De acordo com ele, “pode ser um debate que pode ser coordenado pelas Nações Unidas”.

“É preciso que se tenha uma regulação para separar o joio do trigo, ou seja, não é você tentar evitar que as pessoas sejam verdadeiras, é você tentar evitar fake news, tentar evitar mentiras, tentar evitar mentiras contra a vacina, mentiras contra doenças”,

declarou.

Confrontado se a proposta não colocaria em risco a liberdade de expressão e comunicação, o líder esquerdista negou, afirmando que a trajetória dele responde si.

“[Isso] é uma narrativa construída por algumas pessoas que vem desde o último ano em que eu era presidente da República”,

disse.

“Contra essa narrativa de que eu quero controlar a imprensa, eu tenho uma vida na política. Duvido que, em algum momento do meu governo, houve alguma interferência na imprensa para que ela não fizesse o que queria fazer”,

finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *