28/05/2024
Início » A Redução do IPI dos carros deixará modelos mais baratos para consumidor?

No último dia 25, em uma edição extra do Diário Oficial, o Governo Federal publicou o decreto 10.979. No caso, que prevê a redução de IPI dos carros em até 25% – se estendendo também à linha branca de produtos industrializados. O ministro da Economia, Paulo Guedes, já anunciava há semanas a redução do imposto. Mas, os modelos ficarão mesmo mais baratos para o consumidor final? Veja o que analisam os representantes do setor.

Afinal, qual é o cenário que podemos esperar com a redução do IPI para carros

Por exemplo, levando em consideração carros com motor 1.0 *, como o VW T-Croos Comfort, com motor 1.0 TSI, o preço final, com a redução de 25% no IPI poderia ficar cerca de R$ 2 mil mais barato. Ou seja, de R$ 147 mil para 145 mil. Enquanto isso, se avaliarmos o Renault Kwid Intense, com motor 1.0, ele teria ficaria pouco mais de R$ 800,00 mais barato – no caso, passando de R$ 64 mil para R$ 63.350.

Mas, ainda assim, como analisou o Diário do Nordeste, são as montadoras e marcas que determinam os preços cobrados, além disso vale ressaltar que as revendas só conseguem trabalhar com os valores sugeridos pelos fabricantes. Dessa forma, é cedo para falar em uma redução dos valores para o mercado consumidor final.

Como se pronunciaram entidades do setor automotivo e industrial

Por meio de comunicado oficial, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) celebrou a redução do IPI. A entidade enfatizou o fato de que a indústria se trata do setor mais tributado da economia no País. A CNI também considerou que a tendência é de que haja redução nos preços dos produtos industriais e com inflação – já que os valores do setor representam 23,3% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A Fenabrave também se posicionou de forma positiva em relação a novo decreto. De acordo com a Federação, a medida deve contribuir para redução dos preços dos carros. Porém, a Fenabrave ainda avalia o impacto do corte no mercado. Já a a Anfavea afirma ainda não ter estimativas sobre o impacto da redução de preços dos automóveis.

Créditos: Garagem 360.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *