27/02/2024
Início » “Precisamos voltar a cantar o hino do Brasil nas escolas e recuperar o patriotismo” diz Débora Menezes

No dia Nacional de oficialização do Hino do Brasil, 6, a candidata a deputada estadual Débora Menezes relembra sobre a grade curricular das escolas de antigamente e dispara “Antes a ‘Educação Moral e Cívica’ fazia parte das matérias curriculares nas escolas. Públicas ou não, militares ou não. Antes das aulas, todos os dias, nos reuníamos no pátio do colégio para hastear a bandeira e cantar o hino nacional do nosso país, além do hino do nosso estado, isso se perdeu”.

A matéria Educação Moral e Cívica deixou de ser obrigatória em 1993 pelo presidente Itamar Franco, porém como de costume, muitas escolas mantiveram a tradição por mais anos, reunindo os alunos diariamente para a ‘Hora Cívica’ antes do início das aulas.

“Eu considero muito importante mantermos essa tradição em nossas escolas, -não só nas militares-, mas em toda rede de ensino. Já repararam que muitos jovens sequer sabem cantar o hino nacional? Já se perguntou porque os mais antigos cresceram com esse patriotismo no coração? Porque uma grade curricular que separa um espaço para incentivar o respeito pela nossa bandeira e o amor pelo nosso país, pode ajudar a formar verdadeiros cidadãos brasileiros”,

argumentou.

Débora falou sobre a importância de termos o patriotismo vivo no coração do brasileiro não só em momentos de futebol mas, principalmente, na política. “A gente não pode ser patriota só na hora do jogo da seleção brasileira. É preciso esse sentimento patriota no coração também na hora de votar, na hora de falar de política, de escolher nossos representantes. Somos nós patriotas que estamos recuperando o Brasil. Fomos ensinados com disciplina e respeito pelo nosso país, e é isso que eu quero para os nossos jovens” declarou a candidata.

A advogada gravou vídeos para as redes sociais lembrando a data e deixou essa reflexão para os seguidores.

Saiba mais

Débora Menezes é advogada, pós-graduada e doutoranda. Já foi líder e fundadora de movimentos de direita no Amazonas e hoje concorre a uma das 24 cadeiras na Assembleia Legislativa (ALEAM).
Entre suas propostas, Débora defende o empreendedorismo e políticas públicas que facilitem o comércio do microempreendedor, além de lutar pela ampliação de programas de crédito para mulheres empreendedoras, acesso à educação de qualidade e mais segurança pública para a população.

Siga nas redes:
Instagram: @deboramenezesm
Facebook: /DéboraMenezes
Twitter: @deboramenezes22

📷Arquivo Pessoal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *