24/06/2024
Início » R$ 10MIL | Vereadora vai à Delegacia e denuncia esquema de compra de voto em Itacoatiara/AM

A vereadora do município de Itacoatiara/AM, Maria Francelízia da Silva (PT), tornou público o boletim de ocorrência onde denuncia o também vererador de Itacoatiara Ney Nobre (MDB), por tentativa de suborno, ao oferecer-lhe a quantia de R$ 50 mil para que votasse a favor da cassação do mandato parlamentar do colega vereador Dr. Robson Siqueira (PV), que é o principal opositor da gestão do atual Prefeito Mário Abrahim.

Maria Francelízia, que havia sido sorteada para ser relatora do processo de cassação do Dr. Robson Siqueira, declara no Boletim de Ocorrência que no dia 14/09/2021, o vereador Ney Nobre, um dos principais intermediadores do Prefeito na Câmara Municipal, pediu para falar com ela pessoalmente, o que aconteceu dois dias após em sua residência. Ney Nobre informou que estava ali a mando do prefeito, e pediu para que ela votasse a favor da cassação do Dr. Robson Siqueira, com a promessa de vantagens de cargos em Secretaria na Prefeitura, além de uma cota de R$ 2.100,00 por mês (paga aos vereadores de situação), para custear despesas de viagens para a Capital Manaus.

Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência, após a negativa da Vereadora em participar do esquema de corrupção, Ney Nobre ofereceu-lhe então a importância de R$ 50 mil para que mudasse de ideia, e mais uma vez teve a negativa de Maria Francelízia. O vereador então se retirou de sua residência e disse que aguardaria uma resposta positiva. Para a surpresa da vereadora, no dia seguinte na Câmara Municipal, foi informada que havia sido tirada da relatoria do processo, passando a vereadora Andrea Mara (Avante), que já havia manifestado opinião favorável à cassação de Robson Siqueira.

Passados uma semana, Ney Nobre volta a fazer contato com Maria Francelízia, solicitando urgentemente conversar com ela a respeito do seu voto, foi quando Francelízia disse não poder no momento, mas pediu que seu assessor (Josivaldo), o atendesse. Nesse momento, por já ter conhecimento do que Ney Nobre havia oferecido, Josivaldo resolve gravar toda a conversa e registra o momento em que ele oferece R$ 10 mil pelo voto da vereadora. Indignada com as tentativas de suborno, a vereadora Maria Francelízia expos o áudio na tribuna da Câmara Municipal e em coletiva a imprensa local, enfatizando se tratar de um esquema político inescrupuloso para cassar o principal opositor do prefeito.

O vereador Dr. Robson Siqueira foi cassado pela Câmara Municipal, mas teve seu mandato restabelecido pelo desembargador Délcio Santos do Tribunal de Justiça do Amazonas. A denúncia juntamente com o áudio foram apresentados na Delegacia de Polícia de Itacoatiara onde foi aberto o inquérito, assim como no GAECO. Se comprovado as denúncias, Ney nobre, prefeito e demais envolvidos poderão ser presos por corrupção passiva e ativa.

Ouça o áudio gravado pela vereadora e divulgado na web.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *